Registo de algumas análises, farpas e aforismos no Facebook de José Adelino Maltez

21
Mar 11
21 de Março de 2011
"Actual crise política é também crise moral" (Passos Coelho). Concordo. Mas em lugar de "também", eu colocaria "sobretudo".
2948Gosto · · Partilhar

José Adelino Maltez partilhou uma ligação.
21 de Março de 2011
Mais uma desastrada e desastrosa. Quando o silêncio devia ser tesouro. Para que não continuassem tácticas sem adequada estratégia.
Teixeira dos Santos: crise política é “empurrão para cair nos braços da ajuda externa” - Economia -.
economia.publico.pt
“Neste momento, a crise política é de facto um grande empurrão para que o país caia nos braços da ajuda externa”, afirmou Teixeira dos Santos, à entrada de uma reunião dos seus pares europeus de preparação da cimeira de líderes de quinta e sexta-feira, em Bruxelas.O ministro considerou por outro lad
23Gosto · · Partilhar

José Adelino Maltez partilhou uma ligação.
21 de Março de 2011
Uma carta para pensarmos Europa. De alguém que nasceu alsaciano-loreno e continua à espera da Europa
Laurent Dispot, J’ai honte pour l’Allemagne - La Règle du Jeu
laregledujeu.org
Les dernières Nouvelles de Sakineh Envoyez votre lettre à Sakineh Signez la pétition ! Plus de 171693 signataires
3Gosto · · Partilhar

José Adelino Maltez
21 de Março de 2011
6. Se forem marcadas eleições, elas só devem recorrer num quadro de acordo pós-eleitoral que agora for firmado pelos principais partidos, para que os mercados e a Europa confiem na poliarquia que somos. 7. O curto-circuito da solidão no poder, de um só lider, de um só órgão de soberania, ou de um só partido chegou ao fim.
25Gosto · · Partilhar

José Adelino Maltez partilhou uma ligação.
21 de Março de 2011
Um novo Governo "de maioria alargada" aumentaria a legitimidade política para impor um programa duro. Diz PSD, em comunicado emitido originariamente em inglês, para os primários, isto é, os mercados e as multinacionais partidárias. A tradução apenas é quase em calão, para os secundários, isto é, o mercado político doméstico, cá da Ilusitânia.
http://economico.sapo.pt/public/uploads/PSD_position_on_policy_guidelinesv3.pdf
economico.sapo.pt
36Gosto · · Partilhar

José Adelino Maltez
21 de Março de 2011
As opiniões que aqui emito destinam-se ao espaço público dos homens livres. Não precisam de pagamento prévio. São emitidas por um professor de uma universidade pública, no exercício da respectiva cidadania pública. Ponto. Para quem quiser enfiar a carapuça.
125Gosto · · Partilhar

José Adelino Maltez
21 de Março de 2011
Em "um Governo não procede em termos leais com o país nem com as instituições e depois confronta o país com o precipício de uma crise se aquilo que ele próprio apresentou não for aprovado”, há um ministro que confirma: ""Estamos há demasiado tempo a jogar aos dados com o destino da economia portuguesa e dos portugueses". Citações de Passos e de Amado, hoje.
publicado por José Adelino Maltez às 21:42

Março 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Biografia
Bem mais de meio século de vida; quarenta e dois anos de universidade pública portuguesa; outros tantos de escrita pública no combate de ideias; professor há mais de trinta e cinco e tal; expulso da universidade como estudante; processado como catedrático pelo exercício da palavra em jornais e blogues. Ainda espera que neste reino por cumprir se restaure a república
Invocação
Como dizia mestre Herculano, ao definir o essencial de um liberal: "Há uma cousa em que supponho que ate os meus mais entranhaveis inimigos me fazem justiça; e é que não costumo calar nem attenuar as proprias opiniões onde e quando, por dever moral ou juridico, tenho de manifestá-las"......
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO