Registo de algumas análises, farpas e aforismos no Facebook de José Adelino Maltez

10
Abr 11

 

 

86Gosto ·  · Partilhar

 

José Adelino Maltez

10 de Abril de 2011

A oposição pode ter feito cair o governo , mas fez levantar o PS e vai fazer levantar o país. Contem comigo que eu conto contigo! Viva! Viva! Viva! Viva! Viva! Viva! Viva! Viva! Viva! Depois, os foguetes enlatados da musiqueta. Com direitos pagos à Sociedade de Autores....

231Gosto ·  · Partilhar

 

José Adelino Maltez

10 de Abril de 2011

O país só vai vencer se eu vencer! Golo! Golo! Golo! Golo! Golo! Golo! Golo! Golo! Golo! Golo! Golo! Golo! Golo! Golo!

38Gosto ·  · Partilhar

 

José Adelino Maltez

10 de Abril de 2011

E saúdo também os emigrantes. Os que residem e os que não residem em Portugal!

26Gosto ·  · Partilhar

 

José Adelino Maltez

10 de Abril de 2011

E as mulheres, as mulheres portuguesas, a causa da igualdade e o aborto e o casamento de homossexuais e o combate à violência doméstica! Os objectivo central do nosso próximo governo! E o complemento solidário para idosos! Sim os velhinhos, os aposentados e os mortos que ainda votam!

45Gosto ·  · Partilhar

 

José Adelino Maltez

10 de Abril de 2011

Eu sou a fonte do conhecimento e da inovação! Conto com o vosso ânimo e a vossa determinação. Até com os jovens! O domínio do inglês e o controlo dos computadores!

83Gosto ·  · Partilhar

 

José Adelino Maltez

10 de Abril de 2011

Garantir o essencial, só comigo! Eu sou o seguro, eu sou o Estado! Tenham medo das oposições!

45Gosto ·  · Partilhar

 

José Adelino Maltez

10 de Abril de 2011

"Elevação política e sentido de estado". Basta estar no palanque!

26Gosto ·  · Partilhar

 

José Adelino Maltez

10 de Abril de 2011

O país do chico esperto e do analfabeto educado, exulta!

17Gosto ·  · Partilhar

 

José Adelino Maltez

10 de Abril de 2011

"O país foi arrastado para a ajuda externa". Vocês, malandros, não podem fugir às responsabilidades! A crise era evitável se me passassem um cheque em branco!

7Gosto ·  · Partilhar

 

José Adelino Maltez

10 de Abril de 2011

"Provocaram essa crise por ambição do poder a qualquer custo". Malandros! Querem o que eu tenho!

47Gosto ·  · Partilhar

 

José Adelino Maltez

10 de Abril de 2011

"Portugal foi arrastado para uma crise política e sabemos quem provocou essa crise, foram todos os partidos da oposição". Toma!

94Gosto ·  · Partilhar

 

José Adelino Maltez

10 de Abril de 2011

"A nossa agenda não é uma caixinha de surpresas". Pois, não! Está na bagagem de quem vai desembarcar na terça-feira...

28Gosto ·  · Partilhar

 

José Adelino Maltez

10 de Abril de 2011

Todo este fundo sabe a enlatado de música de grandes filmes, entre o épico e o romântico. Fica bastante próximo dos anúncios com que a banca portuguesa de negócios nos enredava, na véspera de todos conhecermos a vigarice. Basta o velho gesto do Zé Povinho, o ídolo exposto de qualquer merceeiro: "se queres fiado, toma!".

66Gosto ·  · Partilhar

 

José Adelino Maltez

10 de Abril de 2011

Quando há uma enorme distância entre aquilo que se proclama e aquilo que se pratica, a falta de autenticidade pode agravar-se a atingir o clímax da própria burla, quando se finge tão completamente que o próprio fingidor já finge que é a verdade a própria mentira que o mobiliza. Torna-se num clássico da velha ciência policial...

7Gosto ·  · Partilhar

 

José Adelino Maltez

10 de Abril de 2011

O grande erro de todo este sublime espectáculo de propaganda com que durante dois dias fomos bombardeados, entre entradas triunfais, videos delicodoces e hinos de telenovela, está na primeira regra da propaganda: a boa propaganda não pode parecer propaganda. Gasta-se pelo uso e prostitui-se pelo abuso.

212Gosto ·  · Partilhar

 

José Adelino Maltez partilhou uma ligação.

10 de Abril de 2011

A transparência começa a revelar os custos do espectáculo de Matosinhos

http://thumbs.sapo.pt/?pic=http%3A%2F%2Fimgs.sapo.pt%2Fpaperleap_capas%2Flowres%2F2011%2F4%2F10%2F03

thumbs.sapo.pt

22Gosto ·  · Partilhar

 

José Adelino Maltez

10 de Abril de 2011

Centro excêntrico é admitir que para haver uma emergência, temos de partir das actuais divergências e convergências para um novo estádio de complexidade crescente e de manutenção da liberdade, com evoluções dentro das posteriores convergências e divergências. O que é preciso é mudar de vida e arriscar, rejeitando os bonzos, os endireitas e os canhotos do vira o disco e toca o mesmo.

46Gosto ·  · Partilhar

 

José Adelino Maltez

10 de Abril de 2011

É por isso que gostei do discurso da Ana Gomes no Congresso de Matosinhos. Posso discordar da respectiva concepção do mundo e da vida e das conclusões que encerra, mas sempre com o coração, mesmo o meu que está preso pela recauchutagem (dis+cordis, onde cordis é coração). São precisos radicais ao centro.

publicado por José Adelino Maltez às 22:00

Abril 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Biografia
Bem mais de meio século de vida; quarenta e dois anos de universidade pública portuguesa; outros tantos de escrita pública no combate de ideias; professor há mais de trinta e cinco e tal; expulso da universidade como estudante; processado como catedrático pelo exercício da palavra em jornais e blogues. Ainda espera que neste reino por cumprir se restaure a república
Invocação
Como dizia mestre Herculano, ao definir o essencial de um liberal: "Há uma cousa em que supponho que ate os meus mais entranhaveis inimigos me fazem justiça; e é que não costumo calar nem attenuar as proprias opiniões onde e quando, por dever moral ou juridico, tenho de manifestá-las"......
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO