Registo de algumas análises, farpas e aforismos no Facebook de José Adelino Maltez

14
Abr 11

14 de Abril de 2011

Troika afinal não são 3, mas 3...3. É o chamado problema do gago. E a passagem da Santíssima Trindade à idade de Cristo, quando foi crucificado. Prefiro Isaac Newton, que colocou o 33 como ponto máximo de temperatura, quando a água ferve. Pode ser que a tampa salte. Para quem tem coluna e não torce, a imagem da 33ª vértebra é mais esperançosa. Tem a ver com o osso dito sacro...

‘Troika’ tem 33 elementos e dois são portugueses | Económico

economico.sapo.pt

São estes os números oficiais da ‘troika': 33 elementos, dos quais 20 são da Comissão Europeia. Há dois portugueses na comitiva. | Notícias sobre economia actualizadas ao minuto, informação de mercados, empresas e política, vídeos diários, opiniões de analistas e especialistas

24Gosto ·  · Partilhar

 

José Adelino Maltez partilhou uma ligação.

14 de Abril de 2011

Este senhor também é finlandês. O chefe dele é português. Ou melhor: eram. Tanto como eu sou dos BRICs.

Ajuda a Portugal estará pronta dentro de "semanas" | Económico

economico.sapo.pt

Olli Rehn afirmou hoje ser

182Gosto ·  · Partilhar

 

José Adelino Maltez partilhou uma ligação.

14 de Abril de 2011

Depois da irresponsabilidade do PSD, chegou agora a vez da Finlândia. Para sermos a última fronteira, o ex-adjunto de Macário propõe que todos os socialistas da Europa sigam o exemplo da procissão do senhor de Matosinhos: "já espatifei o meu Nokia, mandei vir um Blackberry dos BRICs"

http://www.publico.pt/Política/silva-pereira-acusa-finlandia-de-colocar-em-risco-projecto-europeu_14

www.publico.pt

35Gosto ·  · Partilhar

 

José Adelino Maltez

14 de Abril de 2011

Olhando o umbigo das nossas misérias, não reparamos que estão reunidos os cinco que mais nos encravaram na concorrência global, alterando o quadro em que se baseou a nossa ilusão de bons alunos: China, Rússia, Brasil, Índia e África do Sul querem ainda ser mais actores. Cá brincamos, eles BRICam. Aliás foi esse o tema da última dissertação de doutoramento que orientei. Não é, Marco?

118Gosto ·  · Partilhar

 

José Adelino Maltez

14 de Abril de 2011

Os restos dos últimos sovietes, as centenas de milhares de funcionários públicos despedidos pelo irmão Castro em Havana, já se ofereceram para um gigantesco comício que, partindo de Petrogrado, desembarque na antiga província russa em protesto. Fernando Rosas já se ofereceu para desenhar os cartazes...

411Gosto ·  · Partilhar

 

José Adelino Maltez

14 de Abril de 2011

Brutalmente falando: estamos dependentes de terceiros, isto é, de uma votação finlandesa ou de uma decisão do tribunal constitucional alemão. E os donos dos mercados vão espetando o dente. Ou de como a tese das teorias da conspiração pecuárias, expressas no comício de matosinhos, são mais umas das joão-francadas que nos podem levar ao republiquicídio encavacado...

1210Gosto ·  · Partilhar

 

José Adelino Maltez

14 de Abril de 2011

Fomos condenados a ir para a guerra colonial, da mesma maneira que o fomos para a descolonização, e a integração europeia da democracia apenas confirmou a integração da EFTA, o plano B do salazarismo de Correia de Oliveira. De qualquer maneira, tanto nos atrasámos na industrialização como na dignidade no trabalho e na solidariedade social.

210Gosto ·  · Partilhar

 

José Adelino Maltez

14 de Abril de 2011

"Domina o hipócrita, o manhoso, o chico esperto. Dominam os inquisitorialismos. A rivalidade ganha mais dureza nos cavaquistões e nos círculos de jobs for the boys" (JAM, in Visão de hoje, p. 36)

614Gosto ·  · Partilhar

 

José Adelino Maltez

14 de Abril de 2011

Mobilização para o povoamento do território e pela luta contra a desertificação, eliminando os espiritos capitaleiros tanto a nível central como na província.

48Gosto ·  · Partilhar

 

José Adelino Maltez

14 de Abril de 2011

Imediata restauração do sistema de igualdade de oportunidades no sistema de ensino público, concordatário, comunitário e privado, pelo regresso à dignidade do professor e do aluno, com plena autonomia das escolas.

publicado por José Adelino Maltez às 22:03

Abril 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Biografia
Bem mais de meio século de vida; quarenta e dois anos de universidade pública portuguesa; outros tantos de escrita pública no combate de ideias; professor há mais de trinta e cinco e tal; expulso da universidade como estudante; processado como catedrático pelo exercício da palavra em jornais e blogues. Ainda espera que neste reino por cumprir se restaure a república
Invocação
Como dizia mestre Herculano, ao definir o essencial de um liberal: "Há uma cousa em que supponho que ate os meus mais entranhaveis inimigos me fazem justiça; e é que não costumo calar nem attenuar as proprias opiniões onde e quando, por dever moral ou juridico, tenho de manifestá-las"......
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO