Registo de algumas análises, farpas e aforismos no Facebook de José Adelino Maltez

24
Abr 11

24 de Abril de 2011

Não há notícias da politiqueirice. Estão todos a reler o "Expresso". Depois dos Passos do Senhor e do coelhinho de chocolate, o arrefecimento nocturno. Parece que amanhã vai aquecer, até para o Pinto. Entre os discursos dos past-presidentes e do presidente ele-mesmo, dado que os espanhóis começam hoje a regressar.

116Gosto ·  · Partilhar

 

José Adelino Maltez

24 de Abril de 2011

Os portugueses não estão de ponte, nem os governantes estão de férias. Somos um povo de brandos costumes que vive ardentemente a tolerância de ponto que é uma solene forma de greve de zelo, qual canto de cisne para os dramalhões que aí vêm, depois das mensagens da Páscoa e do dia dos cravos. Ascendemos, já cá não estamos!

113Gosto ·  · Partilhar

 

José Adelino Maltez

24 de Abril de 2011

Diante do mar, por entre os campos, verdes e molhados, com a cachorra a perseguir sapos, os pássaros, as flores lilazes, e o barulho das ondas em fundo. Boa Páscoa.

publicado por José Adelino Maltez às 22:08

Abril 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Biografia
Bem mais de meio século de vida; quarenta e dois anos de universidade pública portuguesa; outros tantos de escrita pública no combate de ideias; professor há mais de trinta e cinco e tal; expulso da universidade como estudante; processado como catedrático pelo exercício da palavra em jornais e blogues. Ainda espera que neste reino por cumprir se restaure a república
Invocação
Como dizia mestre Herculano, ao definir o essencial de um liberal: "Há uma cousa em que supponho que ate os meus mais entranhaveis inimigos me fazem justiça; e é que não costumo calar nem attenuar as proprias opiniões onde e quando, por dever moral ou juridico, tenho de manifestá-las"......
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO