Registo de algumas análises, farpas e aforismos no Facebook de José Adelino Maltez

29
Jun 12

29 de Junho de 2011

A dinâmica da história da cultura deveria aconselhar as vontades políticas. Basta pensar em Nova Amsterdão ou em Olinda, lá para os lados do Recife, com a técnica da fundação de São Paulo...de Luanda. Foi a vitória em Aljubarrota que nos permitiu navegar e fugir da Guerra dos Cem Anos e foi 1640 que fundou o Brasil.

3629Gosto ·  · Partilhar

 

José Adelino Maltez partilhou uma nota através de José Manuel Quintas.

29 de Junho de 2011

A geopolítica tem um grave problema: grafita tudo em planisfério. Se pusermos esse mapa em esfera e lhe dermos mar, poderemos reparar que, medindo a distância pelo pôr do sol, estamos bem mais próximos da velha aliança céltica, com as ilhas britânicas e com grande fluidez atlântica, à maneira dos Países Baixos...

"É a hora!"

 

Como é que no “hegemon” americano se vê o futuro da Europa?

Parece-me que as assumpções básicas deste mapa estão, no essencial, correctas: os actores-chave nesta península da Eurásia são a Alemanha, a Polónia, o Reino Unido e a França; a...

Continuar a ler...

58Gosto ·  · Partilhar

 

José Adelino Maltez partilhou uma ligação.

29 de Junho de 2011

A nova fronteira desta Europa. O directório que nos rege tem um curto intervalo para restaurar a esperança. Portugal está metido nesse intervalo. O Verão vai ser bastante quente.

Grécia aprova mais austeridade, gregos explodem nas ruas - Notícia Sapo - SAPO Notícias

noticias.sapo.pt

Dentro do Parlamento grego os deputados aprovaram novo pacote de austeridade que evitará que a Grécia entre em bancarrota. Nas ruas, os gregos “indignados”, envolvem-se em fortes confrontos com a polícia.155 deputados aprovaram esta tarde o plano de austeridade apresentado pelo Governo socialista, n

3015Gosto ·  · Partilhar

 

José Adelino Maltez

29 de Junho de 2011

Pobre universidade quando deixa de ser "universitas scientiarum" e se degrada em sucessivas escolas de regime coligadas com outras tantas empresas de regime, e todas enredadas pela dedução cronológica e analítica de quem tem o decretino de definir que não há ciências, mas apenas a sua ciência, quando esta deixa de ser com-capta (de conceito) e passa a ser pré-capta (de preceito).

712Gosto ·  · Partilhar

 

José Adelino Maltez

29 de Junho de 2011

Por outras palavras, e em emergência sarcástica, o programa de governo não passa de um programa à procura de autor, apesar de muitos actores embevecidos e dos auditores passivos que o têm de pagar, mesmo que ele, com tantos algoritmos, não esteja minimamente quantificado, até em termos cronográficos e de previsão de planos B, com GPS avariado pelo desaparecimento das condições propícias da balança da Europa!

47Gosto ·  · Partilhar

 

José Adelino Maltez

29 de Junho de 2011

Os requintes de arte "naïf" que emergem da secção agrícola do programa para uso do Portugal dito profundo contrastam com o sentido técnico consolidado de alguns "clusters" da inovação, da ciência ou da política do mar, embora a parte do Ministério das Obras Públicas, Comércio e Indústria ainda não atinja o nível republicano do Fomento, ou da geração que nos integrou na EFTA e, consequentemente, na Europa

144Gosto ·  · Partilhar

 

José Adelino Maltez

29 de Junho de 2011

Não é por acaso que a parte mais fluente do programa está nos negócios estrangeiros, a mais convicta, embora fragmentária, na justiça, e a mais sintética e contida na defesa dita nacional, embora a palavra Europa só apareça seis vezes, até na comparação provinciana de, em saúde, alcançarmos "os melhores da Europa".

publicado por José Adelino Maltez às 22:25

Junho 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
28
30


Biografia
Bem mais de meio século de vida; quarenta e dois anos de universidade pública portuguesa; outros tantos de escrita pública no combate de ideias; professor há mais de trinta e cinco e tal; expulso da universidade como estudante; processado como catedrático pelo exercício da palavra em jornais e blogues. Ainda espera que neste reino por cumprir se restaure a república
Invocação
Como dizia mestre Herculano, ao definir o essencial de um liberal: "Há uma cousa em que supponho que ate os meus mais entranhaveis inimigos me fazem justiça; e é que não costumo calar nem attenuar as proprias opiniões onde e quando, por dever moral ou juridico, tenho de manifestá-las"......
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO