Registo de algumas análises, farpas e aforismos no Facebook de José Adelino Maltez

04
Nov 11

Não costumo ler o "Avante", mas fiquei hoje a saber que um articulista do periódico já cita o "Protocolo dos sábios do Sião", à boa maneira da extrema-direita europeia e de certos populistas ditos sociais-democratas, invocando o perigo do governo mundial comandado pelo Sionismo, o Vaticano e a Maçonaria. Devem ser restos de certa subcultura KGB que ficou desempregada desde a guerra da Sérvia...

 

O exercício da teoria da conspiração, a que costumam recorrer a extrema-direita e a extrema-esquerda, bem como os fundamentalismos religiososo, bem como os populismos de ocasião, de esquerda e de direita, tem-se também insinuado entre certo jornalismo sensacionalista da nossa praça, nomeadamente a pretexto da elaboração de listas de suspeitos de antinação, emitidas por várias redes de fantasmas e preconceitos, marcadas pelo fanatismo, a ignorância e a intolerância.

 

Como não tem sido mero acaso a inclusão de certos nomes nestas listas, incluindo o meu, apenas posso comprovar o rasto e o que lhe deu origem. Por mim, até posso falar na emissão de um blogue que usurpava o meu nome, no preciso momento em que era declarado hierarquicamente "persona non grata", por praticar as minhas crenças, princípios e valores. Apenas sou capaz de confirmar a velha aliança de irmãos-inimigos que, quando no poder, coincidiram nos mesmos objectos de perseguição, supressão e extinção.

 

Bem me lembro de um cena que tive com um desses anjinhos ainda não decaídos que instrumentalizava o sistema conspiratório e que, posto por mim perante prova inequívoca, me respondeu com toda a candura maléfica: "é política, pá, é política". O crime, neste e noutros casos, compensou e continua a compensar, graças aos inocentes úteis e os candidatos a intelectuais orgânicos, no desemprego, que receberam carreira, contrato, avença ou "outsourcing"

 

 

 

publicado por José Adelino Maltez às 20:00

Novembro 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9


24
25
26



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Biografia
Bem mais de meio século de vida; quarenta e dois anos de universidade pública portuguesa; outros tantos de escrita pública no combate de ideias; professor há mais de trinta e cinco e tal; expulso da universidade como estudante; processado como catedrático pelo exercício da palavra em jornais e blogues. Ainda espera que neste reino por cumprir se restaure a república
Invocação
Como dizia mestre Herculano, ao definir o essencial de um liberal: "Há uma cousa em que supponho que ate os meus mais entranhaveis inimigos me fazem justiça; e é que não costumo calar nem attenuar as proprias opiniões onde e quando, por dever moral ou juridico, tenho de manifestá-las"......
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO